Galeria22 | Fundação Beyeler 20 Anos
A Galeria 22 está no mercado há mais de 20 anos e procura levar aos seus clientes o que há de melhor na arte brasileira, sempre com o objetivo de valorizar o investimento de quem se interessa por esse mercado.
galeria, obra de arte, escultura, pintura, gravura, desenho, artistas brasileiros, exposições
19174
post-template-default,single,single-post,postid-19174,single-format-standard,theme-bridge,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,hide_top_bar_on_mobile_header,columns-4,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.4,vc_responsive

Fundação Beyeler 20 Anos

Fundação Beyeler 20 Anos

A exposição é a primeira das três que ocuparão a fundação para comemorar seus 20 anos de existência

Em 2017, a Fundação Beyeler em Riehen (Basel, Suíça) celebra o seu 20º aniversário com três exposições especiais da sua coleção. A primeiro, em exibição até 7 de maio, é uma homenagem aos fundadores do museu, Ernst e Hildy Beyeler. Intitulada “Beyeler Collection / The Original”, a mostra é uma reconstrução da coleção original exibida na inauguração da Fundação Beyeler há vinte anos.

O vídeo é uma visita virtual da exposição, que tem curadoria por Raphaël Bouvier e destaca a visão dos fundadores de sua própria coleção. A exposição apresenta obras de Paul Cézanne, Vincent van Gogh, Pablo Picasso, Henri Rousseau, Claude Monet, Joan Miró, Fernand Léger, Alberto Giacometti, Wassily Kandinsky, Piet Mondrian, Max Ernst, Paul Klee, Henri Matisse, Mark Rothko, Mark Tobey, Andy Warhol, Francis Bacon, além de esculturas africanas e da oceania.

Por mais de cinquenta anos, o casal de colecionadores Ernst e Hildy Beyeler montou uma coleção de obras de arte do modernismo clássico, paralelo ao seu trabalho como galeristas. A coleção, convertida em uma fundação em 1982, inclui aproximadamente 300 pinturas e esculturas que oferecem uma visão pessoal do modernismo clássico.

O museu está localizado em um parque inglês com uma vila histórica, árvores antigas e lagos. Projetado pelo arquiteto italiano Renzo Piano, o museu é popular pela sua arquitetura em escala humana e a apresentação das obras de arte sob a luz natural. Sob a direção de Sam Keller, a Fundação Beyeler tornou-se o museu de arte mais popular na Suíça e é considerado um dos melhores do mundo.

A segunda exposição da série (junho – setembro 2017) mostrará a coleção em seu estado atual e inclui as aquisições de arte contemporânea. A terceira edição (Outubro de 2017 – Janeiro de 2018) apresenta os possíveis caminhos para a expansão da coleção da instituição.