Gagosian abrirá sua 17ª galeria em Basel, Suíça - Galeria22
A Galeria 22 está no mercado há mais de 20 anos e procura levar aos seus clientes o que há de melhor na arte brasileira, sempre com o objetivo de valorizar o investimento de quem se interessa por esse mercado.
galeria, obra de arte, escultura, pintura, gravura, desenho, artistas brasileiros, exposições
23456
post-template-default,single,single-post,postid-23456,single-format-standard,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,hide_top_bar_on_mobile_header,columns-4,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.4,vc_responsive

Gagosian abrirá sua 17ª galeria em Basel, Suíça

Gagosian abrirá sua 17ª galeria em Basel, Suíça

A nova filial da gigante internacional estará localizada no mesmo espaço em que está apresentando uma exposição pop-up em paralelo à Art Basel

Visão parcial da exposição “Continuing Abstraction”, em cartaz até domingo, em Basel

A nova filial da gigante internacional estará localizada no mesmo espaço em que está apresentando uma exposição pop-up em paralelo à Art Basel

Depois de detalhar seus planos de abrir uma exposição em paralelo à Art Basel, ao lado da feira, a Gagosian acaba de revelar que este espaço será mais do que apenas um lar temporário – ele se tornará o 17º espaço permanente do seu crescente império global.

Apesar de abrigar a feira de maior prestígio do mundo da arte, Basel não é uma escolha óbvia para uma galeria blue-chip. A população local gira em torno de 170 mil habitantes, sendo que a Gagosian já opera uma filial em Genebra, cidade mais populosa da Suíça.

Mas há precedente. O comerciante aponta para Ernst Beyeler, nativo de Basel, que fundou uma galeria representativa na cidade (e, mais tarde, criou a Fundação Beyeler para exibir sua própria coleção). “Ernst Beyeler era um amigo próximo”, disse Gagosian ao Art Newspaper. “Seu legado continua a dar vida à Basel e Sam Keller [ex-diretor da Art Basel e da Beyeler Foundation] continuou de onde ele parou. Por que eu não gostaria de fazer parte disso?”.

(Um dos artistas da Gagosian, o pintor italiano Rudolf Stingel, de Nova York, é atualmente o tema de uma retrospectiva na Beyeler)

Visão parcial da exposição "Continuing Abstraction", em cartaz até domingo, em Basel

Visão parcial da exposição “Continuing Abstraction”, em cartaz até domingo, em Basel

O novo espaço vai permitir que a Gagosian ofereça aos clientes um local de exibição de arte além da feira e dá à galeria a oportunidade de exibir mais obras do que um estande pode acomodar. Também permitirá que os funcionários se envolvam com os clientes de Basel e Zurique durante o ano todo. (Outras galerias de destaque, incluindo Hauser & Wirth, Mai 36 e Galerie Eva Presenhuber, optaram por operar na última cidade, que fica a cerca de uma hora de distância de trem).

Com a adição de Basel, a Gagosian agora tem galerias em 10 cidades do mundo: cinco em Nova York, três em Londres, duas em Paris e uma em Roma, Atenas, Hong Kong, Los Angeles, São Francisco, Genebra e, agora, Basel.

O contrato de arrendamento foi quase finalizado na semana passada, quando “Continuing Abstraction”, exposição pop-up da Gagosian que explora a evolução da abstração na pintura, foi anunciada. Localizado no Rheinsprung 1, o edifício está situado no centro histórico de Basel, com vista para o Reno, e fica a poucos passos do hotel mais simpático para colecionadores da cidade, o Les Trois Rois, de 5 estrelas.

“Continuing Abstraction” será encerrada no domingo, conforme programado, quando a feira também termina. Após renovações, a galeria será reaberta em setembro. Detalhes, incluindo quem irá dirigir o espaço e qual será a primeira exposição, ainda estão sendo definidos, de acordo com um representante da Gagosian.

Fonte: TouchofClass