Rubell Museum, em Miami, anuncia inauguração de nova sede em dezembro - Galeria22
A Galeria 22 está no mercado há mais de 20 anos e procura levar aos seus clientes o que há de melhor na arte brasileira, sempre com o objetivo de valorizar o investimento de quem se interessa por esse mercado.
galeria, obra de arte, escultura, pintura, gravura, desenho, artistas brasileiros, exposições
23459
post-template-default,single,single-post,postid-23459,single-format-standard,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,hide_top_bar_on_mobile_header,columns-4,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.4,vc_responsive

Rubell Museum, em Miami, anuncia inauguração de nova sede em dezembro

Rubell Museum, em Miami, anuncia inauguração de nova sede em dezembro

Além da mudança do nome, que deixa de ser Rubell Family Collection, o novo espaço conta com 10 mil m² e permitirá a ampliação de exposições longas e especiais, extraídas da coleção

A família Rubell revelou que moverá sua coleção de arte contemporânea de 7.200 obras, de mais de mil artistas, para um novo edifício no bairro de Allapattah, em Miami.

A arte tornou-se a paixão de Don e Mera Rubell e, desde a primeira aquisição em 1965, eles construíram uma das coleções mais significativas e de maior alcance da arte contemporânea no mundo, abrangendo agora 7.200 trabalhos de mais de 1.000 artistas – e ainda em crescimento. A coleção se destaca pela diversidade e distribuição geográfica dos artistas representados dentro dela, e a profundidade de suas participações de artistas seminais. Em 1993, sua paixão tornou-se sua missão, com a inauguração da Rubell Family Collection / Contemporary Art Foundation no bairro Wynwood de Miami, que foi pioneira em um novo modelo de compartilhamento de coleções privadas com o público e estimulou o desenvolvimento do bairro como um dos principais distritos de arte e design nos EUA.

Obras de Jonathan Lyndon Chase, aquisições recentes da Coleção Rubell

Obras de Jonathan Lyndon Chase, aquisições recentes da Coleção Rubell

Desde o início, os Rubells se concentraram em encontrar artistas no início de suas carreiras e aqueles que foram negligenciados. Eles estiveram entre os primeiros a adquirir trabalhos de renomados artistas contemporâneos, apoiando-os em um momento crítico de suas carreiras, incluindo Jean-Michel Basquiat, Cecily Brown, Keith Haring, Rashid Johnson, Hayv Kahraman, Koons Jeff, William Kentridge, Yoshitomo Nara, Cindy Sherman e Mickalene Thomas, entre outros.

Eles colecionam a partir de visitas a estúdios, espaços de arte, feiras, galerias, bienais e museus, além de conversas com artistas, curadores e galeristas. Se o trabalho os agarra, eles se aprofundam – conduzindo pesquisas intensivas e conversando extensivamente antes de recebê-los em sua coleção. O resultado é uma coleção maravilhosamente expansiva e profunda, que revela ressonâncias e dissonâncias.

The Fertile Blue, 2018, de Trulee hall, uma das aquisições recentes da Coleção Rubell

The Fertile Blue, 2018, de Trulee hall, uma das aquisições recentes da Coleção Rubell

A mudança para o número 1100 da Northwest Twenty-Third Street, em Allapattah, permitirá que os Rubells exibam mais de seus trabalhos nos 5 mil m² de espaço expositivo. Sessenta e cinco por cento das galerias será dedicado a instalações de longo prazo e as demais áreas serão ocupadas por exposições especiais. A maior parte do novo edíficio, renomeado como Museu Rubell, será acessível ao público.

Instalado em um antigo armazém industrial, o museu foi projetado pela Selldorf Architects e também incluirá uma biblioteca de pesquisa de arte contendo 40.000 volumes, uma loja e um restaurante. A instituição será liderada por Juan Roselione-Valadez, que trabalhou com os Rubells por mais de duas décadas. A abertura do museu, no dia 4 de dezembro, coincidirá com a Art Basel Miami Beach.

Fonte: TouchofClass