Abóboras e Infinity Rooms de Yayoi Kusama vão invadir o Bronx - Galeria22
A Galeria 22 está no mercado há mais de 20 anos e procura levar aos seus clientes o que há de melhor na arte brasileira, sempre com o objetivo de valorizar o investimento de quem se interessa por esse mercado.
galeria, obra de arte, escultura, pintura, gravura, desenho, artistas brasileiros, exposições
23536
post-template-default,single,single-post,postid-23536,single-format-standard,theme-bridge,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,hide_top_bar_on_mobile_header,columns-4,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.4,vc_responsive

Abóboras e Infinity Rooms de Yayoi Kusama vão invadir o Bronx

Abóboras e Infinity Rooms de Yayoi Kusama vão invadir o Bronx

Exposições

A amada artista japonesa também deve exibir obras inéditas para a grandiosa exposição

Seu próximo destino “instagramável” de arte poderá ser o Bronx, onde Yayoi Kusama assumirá o Jardim Botânico de Nova York com uma enorme inauguração, prevista para a primavera americana de 2020. O jardim será a única parada da mostra, que está sendo anunciada como “a primeira exploração em larga escala do profundo envolvimento da artista com a natureza”.

Isso significa que você pode esperar muitas das famosas abóboras amarelas pontilhadas de Kusama e flores em grande escala, assim como os primeiros cadernos de esboços que refletem seu fascínio pelo mundo natural. Mas a mostra também apresentará seus ambientes espelhados, conhecidos como “Infinity Mirror Rooms”, que fizeram da artista japonesa uma sensação no Instagram.

Yayoi Kusama with Pumpkin (2010). Photo courtesy of Ota Fine Arts, Tokyo / Singapore / Shanghai; Victoria Miro, London; David Zwirner, New York, ©Yayoi Kusama.

Yayoi Kusama with Pumpkin (2010). Photo courtesy of Ota Fine Arts, Tokyo / Singapore / Shanghai; Victoria Miro, London; David Zwirner, New York, ©Yayoi Kusama.

“Em uma vida inteira de inspiração na natureza e ultrapassando fronteiras e preconceitos, [Kusama] desenvolveu um léxico único para a expressão artística”, disse a presidente do Jardim Botânico de Nova York, Carrie Rebora Barratt, em um comunicado. “Embora esses trabalhos apareçam como formas abstratas para os espectadores, eles são manifestações de como ela vê o universo, especificamente o mundo natural”.



Com base no poder comprovado de Kusama em atrair multidões, parece seguro dizer que esta será provavelmente uma exposição grandiosa. Suas exposições normalmente esgotam os ingressos, com visitantes esperando em longas filas pela chance de ver – e tirar fotos – com seu trabalho colorido.
Apesar se sua idade avançada (ela completou 90 anos em março), Kusama planeja fazer novos trabalhos especificamente para a ocasião. O comunicado de imprensa da exposição diz aos telespectadores que esperem sua “primeira instalação participativa de estufas” durante a mostra.

Esta não é a primeira vez que Kusama mostrará trabalho em um jardim botânico. Durante a última parada de sua turnê norte-americana de 2017-19, que se encerrou em fevereiro no High Museum of Art de Atlanta, sua conhecida peça Narcissus Garden estava à vista no Atlanta Botanical Garden.

Yayoi Kusama, Narcissus Garden

Yayoi Kusama, Narcissus Garden

As 1.400 esferas espelhadas que compõem o trabalho (que fez sua estréia na Bienal de Veneza em 1966) foram exibidas recentemente em Nova York, na Glass House em New Canaan, Connecticut, em 2016 e no ano passado, na antiga base militar Fort Tilden, em Rockaway.

A grandiosa exposição que chega ao Bronx vai ocupar os 250 acres do jardim botânico, com a instalação de obras externas monumental e site-specific. Dentro do edifício, uma exposição de horticultura inspirada por uma enorme pintura de Kusama aparecerá no conservatório da instituição, com obras adicionais (incluindo esboços botânicos, colagens biomórficas, esculturas suaves, assemblages e experiências imersivas)no prédio da biblioteca.

A exposição Yayoi Kusama estará à vista no Jardim Botânico de Nova York entre 2 de maio e 1 de novembro de 2020.

Via Artnet News

Fonte: TouchofClass 17/07/2019