Galeria22 | Art Basel Cities divulga detalhes sobre projeto em Buenos Aires
A Galeria 22 está no mercado há mais de 20 anos e procura levar aos seus clientes o que há de melhor na arte brasileira, sempre com o objetivo de valorizar o investimento de quem se interessa por esse mercado.
galeria, obra de arte, escultura, pintura, gravura, desenho, artistas brasileiros, exposições
20482
post-template-default,single,single-post,postid-20482,single-format-standard,theme-bridge,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,hide_top_bar_on_mobile_header,columns-4,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.4,vc_responsive

Art Basel Cities divulga detalhes sobre projeto em Buenos Aires

Art Basel Cities divulga detalhes sobre projeto em Buenos Aires

A parceria de longo prazo com a capital argentina tem o objetivo de expandir o alcance da Art Basel para além de suas três feiras de arte

Recentemente anunciado, o projeto Art Basel Cities pretende apoiar o ecossistema cultural de cidades escolhidas através de artistas, galerias, espaços sem fins lucrativos e instituições públicas.

Agora, a Art Basel anunciou detalhes da primeira Art Basel Cities, iniciativa que expande seu formato atual de organizar feiras de arte e trabalhar com galerias estabelecidas em suas três edições (Basileia, Miami, Hong Kong). O projeto pretende desenvolver, em longo prazo, programas culturais sustentáveis e de suporte em locais específicos ao redor do mundo. A iniciativa funcionará com cidades parceiras selecionadas, criando projetos site-specifics que contribuirão para a rede criativa e cultural existente nelas.

Art Basel Cities: Buenos Aires

A primeira etapa será Art Basel Cities: Buenos Aires, que planeja fornecer suporte estrutural à comunidade artística local da cidade, onde várias propostas devem facilitar parcerias, projetos culturais e fortalecer o mundo da arte local. Em setembro de 2018, o projeto lançará uma semana de programação pública em toda a cidade, dirigida por Cecilia Alemani – curadora chefe da High Line Art, programa de arte pública que funciona ao longo da High Line, em Nova York. Ela também é curadora do Pavilhão Italiano na Bienal de Veneza de 2017 e colaborou com muitos museus, instituições e fundações.

Cecilia Alemani, diretora artística da Art Basel Cities Buenos Aires

Em paralelo, a Art Basel Cities também vai criar a Art Basel Cities House em Buenos Aires, que deve sediar uma série de eventos já a partir de novembro de 2017. Os parceiros culturais e criativos locais serão convidados a participar de suas palestras, eventos e oficinas, enquanto a Art Basel convidará uma lista de profissionais do mundo da arte internacional, incluindo colecionadores, curadores e diretores de museus, para descobrir a cena artística local.

Art Basel Cities Exchange

Além disso, a Art Basel e a Buenos Aires também apresentaram o Art Basel Cities Exchange, que dá o suporte necessário ao aspecto duradouro desta parceria, apoiando a arte local a longo prazo. Este programa vai oferecer residências internacionais aos criativos argentinos, desde estágios até residências curatoriais e programas de tutoria. O primeiro será apresentado em novembro, como parte da Art Basel Cities House Week, com a abertura de uma convocação aberta para um programa de estágio, colocando profissionais do mundo artístico de Buenos Aires em galerias de todo o mundo.

Uma plataforma de crowdfunding da Art Basel será ativada para apoiar várias organizações sem fins lucrativos na cidade, ajudando a realizar projetos, incluindo programas educacionais, instalações públicas e livros de artistas. Com o Cities Exchange, também será criado o Project Bureau, plataforma digital que ajudará a conectar profissionais de arte em todo o mundo com a cena artística local de Buenos Aires.

Para dar suporte a esta inciativa, foi criado um conselho consultivo composto por figuras do mundo da arte com fortes laços com Buenos Aires. Os membros deste conselho recém-formado incluem Pablo León de la Barra, Gustavo Bruzzone, Eduardo Costantini, Marlise e Anibal Jozami, Frances Reynolds, Adriana Rosenberg e Juan e Patricia Vergez, além de Diego Radivoy, Diretor Geral de Indústrias Criativas do governo de Buenos Aires.

Fonte: Touchofclass