Galeria22 | Madri se prepara para a ARCO2017, que vai contar com 13 galerias brasileiras
A Galeria 22 está no mercado há mais de 20 anos e procura levar aos seus clientes o que há de melhor na arte brasileira, sempre com o objetivo de valorizar o investimento de quem se interessa por esse mercado.
galeria, obra de arte, escultura, pintura, gravura, desenho, artistas brasileiros, exposições
18577
post-template-default,single,single-post,postid-18577,single-format-standard,theme-bridge,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,hide_top_bar_on_mobile_header,columns-4,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.4,vc_responsive

Madri se prepara para a ARCO2017, que vai contar com 13 galerias brasileiras

Madri se prepara para a ARCO2017, que vai contar com 13 galerias brasileiras

A ARCOmadrid2017 pretende se consolidar como o ponto de encontro entre a arte latino-americana e a Europa, este ano destacando a produção de arte argentina

A feira de arte contemporânea de Madri – ARCOmadrid 2017 – está esquentando os motores para a sua próxima edição, que acontece entre 22 e 26 de fevereiro. Esta edição vai reunir cerca de 200 galerias, das quais 160 estarão no Programa Geral, ao lado de seções com curadoria como “Argentina na ARCO”, com uma seleção de 12 galerias; “Diálogos”, com 11; e “Opening”, com 17.

Quase um terço da Feira está empenhada em apresentar projetos de artistas individuais ou em diálogo. Das galerias selecionadas pelo Comitê Organizador para o programa geral, cerca de 20 vão dedicar seu estande a um ou dois artistas. As seções com curadoria também incluem apresentações em diálogo; toda a seção #ArgentinaPlataformaARCO traz confrontos de artistas, e a “Opening” também se concentra em um ou dois artistas. O programa-chave desta edição é a apresentação da seção Diaálogos, entre artistas como Julio Le Parc e Eduardo Navarro (Galeria Nara Roesler); Analia Saban + Tomás Saraceno (Tanya Bonakdar); Marguerite Duras + David Lamelas (Spruth Magers).

Leia mais: Em movimento inédito, galerias paulistanas abrem filiais no exterior

A ARCOmadrid 2017 vai contar com a participação de 13 galerias brasileiras. Na seção Geral, estarão Anita Schwartz Galeria de Arte, Baró Galeria, Casa Triângulo, Dan Galeria, Jaqueline Martins, Leme, Luciana Brito, Marilia Razuk, Mendes Wood DM, Raquel Arnaud e Vermelho. A carioca Cavalo estará na seção Opening, apresentando os artistas Pedro Caetano e Felipe Cohen, enquanto a Nara Roesler estará na seção Diálogos com Julio Le Parc e Eduardo Navarro.

A participação da Argentina como país convidado consolida a ARCOmadrid como referência latino-americana na Europa. De fato, a América Latina será uma das principais presenças internacionais na Feira. Isso porque, dentre a participação internacional de 67% nesta feira, 32% será constituída por uma presença artística do continente americano, com 43 galerias de 10 países da região, posicionando novamente ARCOmadrid como ponto de encontro e oportunidade de intercâmbio entre a Europa e a América Latina.

Neste contexto, a cidade de Madrid vai se esforçar para mostrar o seu melhor lado latino. A cidade será palco de um momento excepcional para celebrar a coleção de arte latino-americana, com vários eventos acontecendo nos principais centros de arte e museus. Assim, será possível visitar a exposição da coleção Isabel e Agustín Coppel, na Fundação Banco Santander; a coleção Hochschild, com sede em Lima, na Sala Alcalá 31, e a Coleção Costantini, na Real Academia de Bellas Artes de San Fernando, onde também se realizarão o Jantar da Fundação ARCO e a Cerimônia de Premiação “A”.

Fonte: www.touchofclass.com.br