Galeria22 | Sotheby’s aposta em venda de tela de Basquiat por US$ 60 milhões
A Galeria 22 está no mercado há mais de 20 anos e procura levar aos seus clientes o que há de melhor na arte brasileira, sempre com o objetivo de valorizar o investimento de quem se interessa por esse mercado.
galeria, obra de arte, escultura, pintura, gravura, desenho, artistas brasileiros, exposições
19186
post-template-default,single,single-post,postid-19186,single-format-standard,theme-bridge,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,hide_top_bar_on_mobile_header,columns-4,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.4,vc_responsive

Sotheby’s aposta em venda de tela de Basquiat por US$ 60 milhões

Sotheby’s aposta em venda de tela de Basquiat por US$ 60 milhões

O recorde de venda do artista em leilões pode ser batido pelo segundo ano consecutivo

Mais uma vez poderemos ver o recorde de vendas do artista Basquiat ser quebrado. A expectativa é que isso aconteça em maio, durante o leilão de arte contemporânea da Sotheby’s em Nova York. A estimativa é que a tela Untitled (1982), divulgada pela casa de leilões como uma obra-prima monumental, seja arrematada por US$ 60 milhões.

O valor ultrapassaria as expectativas de outra obra de Basquiat, da coleção de Steve Cohen, que vai a leilão pela Christie’s na mesma semana, com estimativa de chegar a US$ 28 milhões. Ele também superaria o atual recorde do artista em leilão, estabelecido pela Christie’s Nova York em maio passado, com a soma de US$ 57,3 milhões por Untitled (1982). A tela de quase cinco metros de altura foi vendida para Yusaku Maezawa, um multimilionário japonês.

Se o recorde for batido no próximo mês, significará que os três lotes mais caros de Basquiat em leilão datam de 1982, quando o artista ainda era um desconhecido. Seu segundo trabalho mais caro, Dustheads, foi vendido por US$ 48,8 milhões na Christie’s de Nova York em maio de 2013.

Leia mais: Recorde de Basquiat liderou as vendas no leilão de arte contemporânea na Christie’s

A tela atualmente à venda apareceu em uma exposição coletiva no ano de sua criação na Alexander Milliken Gallery de Nova York, antes de ser comprada por um colecionador anônimo. Depois, em 1984, foi vendida em leilão por US$ 19 mil.

De acordo com a Sotheby’s, a pintura nunca foi exibida publicamente desde aquele leilão, sendo “conhecida apenas a partir de uma pequena imagem em miniatura no catálogo raisonné do artista”. A obra se junta a trabalhos de Roy Lichtenstein, Andy Warhol, Robert Rauschenberg, Cy Twombly, David Hockney e Gerhard Richter no próximo leilão.

Evidentemente, a grande estimativa pré-venda não garante resultados. No início deste ano, Untitled (One Eyed Man or Xerox Face), uma tela de Basquiat de 1982 com com expectativa de atingir US$ 22,4 milhões foi vendido por “apenas” US$ 14,58 milhões na Sotheby’s de Londres.

 Fonte: Touch of Class